Há palavras que nos invadem e encaminham para dentro de nós uma espécie de desejo de fuga, mas há também as que duram anos a evaporar, que às vezes nem fogem, e que formam um ninho de dentro de nós, porque com elas sentimos que aprendemos muito, é muitas vezes nelas que nos apoiamos para não escorregarmos, ou até mesmo cairmos. São palavras que servem como molde para a criação de um quadro que envolve todas as emoções existentes num passo dado. Essas, são símbolo do pensamento dos outros, símbolo de algo que apenas recebo porque pensaram que merecia que as entregassem. É com as palavras, com as respostas que me dão a cada texto que escrevo, que aprendo e ganho coragem. E leio-as muitas vezes, principalmente, nos textos que falo sobre um pedido de ajuda a alguém que maior parte das vezes não conheço, mas que me conhece a mim através do que digo. Isto tudo porque às vezes um sorriso não chega, porque dentro de nós tudo está inundado de mágoa e ele não pode ter força para lhe vencer a ela. Afinal, tudo se resume à força de vontade, e essa, muitas vezes, ganha-se com as palavras dos outros.
Obrigado.

13 comentários:

  1. concordo contigo... as vezes escrever da-nos mais coragem para continuarmos em frente. pelo menos comigo é assim!
    beijinho

    e nao me canso de dizer que eu adoro as tuas palavras

    ResponderEliminar
  2. As palavras dos outros podem trazer uma força de vontade para enfrentar tudo o que nos atormenta e afoga.
    não passo de um mero desconhecido mas se necessitares de algo, diz ;)
    um beijinho enorme*

    ResponderEliminar
  3. Concordo contigo. A força acaba-se por ganhar através das palavras que nos dizem. Não interessa se é desconhecido, porque por vezes pode começar a ser conhecido. Muito bem.
    E acredita sou tua desconhecida mas estou aqui para o que precisares.
    __

    E sim, a culpa é minha e de pensar demais. Porque eu penso e sinto muito.

    Um Beijinho ~~

    ResponderEliminar
  4. Antes de mais obrigada pelo comentário e também tenho a dizer q tenho andado um bocado 'fugida' deste teu cantinho mas não é por mal (até porque quando estiver mais solta dos testes venho cá e devoro cada texto que aqui tenhas).
    Ah! E quanto ao Rui Cruz, se for quem eu estou a pensar (Vilaça), sim, conheço-o bem (: como o mundo é pequenino :p
    Um beijinho *

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Não era com aquela conta que queria comentar xD

    lloret. é a unica palavra que tenho para ti.
    tu mereces.
    mereces lloret.
    mereces espanha.
    mereces a penisula.
    mereces a europa.
    mereces o mundo.
    mereces TUDO o que está e o que virá. *


    beijinho inês V.

    ResponderEliminar
  7. delícia de verbos que falam!!

    parabens!

    ResponderEliminar
  8. Também gostei muito do teu. é magnifico. Escreves muito bem.

    ResponderEliminar
  9. então mais tarde podes me mandar o trabalhar e eu ponho lá no blog. se nao te importares é claro.

    ResponderEliminar
  10. Já dizia Sousa Cintra do alto da sua magnificência:

    Pessoal, temos que ser uns 'pós' outros.

    ResponderEliminar
  11. riko17@hotmail.com
    manda me o video para aqui se não te importares

    ResponderEliminar